segunda-feira, 4 de junho de 2018

Relatório do Jogo: Campeonato Brasileiro Série D > Fluminense de Feira 0x2 Moto Club


O JOGO

Neste domingo (03/06/2018), à tarde, no Estádio Alberto Oliveira (Jóia da Princesa), em Feira de Santana, Moto Club venceu Feira de Santana por 2 a 0, pelo jogo de ida da 2ª Fase. Foi o quarto jogo fora de casa e a segunda vitória do Papão do Norte. A defesa do Moto Club ficou sem sofrer gols pela quinta vez nesta 1ª Fase e não sofreu gols em três jogos fora de casa, marcando 3 gols. Com esta vitória por 2 a 0, Papão do Norte deu um grande passo pra se classificar pras Oitavas de Final da Série D. Pode até perder por diferença de 1 gol, que avança. Em relação ao time que enfrentou ASSU, em São Luís, tivemos a volta de Wanderson no lugar de Wesley e de Rafael Santos, que cumpriu suspensão, e voltou no lugar de Romério. A grande surpresa foi a escalação de Victor Salvador, um meio-campista, no lugar de Val Barreto (contundido).

Fluminense de Feira fez uma boa campanha na 1ª Fase, mas isto não intimidou o Moto. O Fluminense de Feira começou o primeiro tempo tentando atacar e a primeira boa chance foi com Delsinho aos 21 minutos, após o cruzamento de Levi. O Moto respondeu com Ricardo Maranhão, que tentou aproveitar o cruzamento de Márcio Diogo, e chutou aos 24 minutos, mas parou no goleiro Andrei. Aos 43 minutos, Doda puxou o contra-ataque e tocou pra Márcio Diogo, que encontrou Chico Bala, dentro da área, após corta-luz de Everlan. Ele fuzilou de pé esquerdo pro gol, abrindo o marcador para o Moto. O Flu de Feira ainda tentou pressionar, mas não alcançou o empate antes do intervalo.

Logo no início do segundo tempo, aos 4 minutos, Everlan puxou mais um contra-ataque e tocou pra Márcio Diogo, um dos destaques do Moto. Ele chutou na saída do goleiro e ampliou o marcador pra 2 a 0. Flu de Feira respondeu com Bambam aos 8 minutos e Rodrigo Ramos fez grande defesa. Aos 28 minutos, o zagueiro Ranieri cometeu uma falta dura, impedindo uma chance clara e manifesta de gol do Moto Club. Ele foi expulso e o time baiano ficou com um jogador a menos. Como o Flu de Feira tinha já realizado as três substituições, a situação ficou complicada pros donos da casa. Aos 39 minutos, Rodrigo Ramos fez uma grande defesa após cabeçada de Maranhão. O árbitro ainda acrescentou 5 minutos no final do segundo tempo e o Papão do Norte conquistou uma excelente vitória fora de casa.


PRÓXIMO JOGO

Moto Club vai enfrenar o Fluminense de Feira de Santana (BA) no jogo de volta da 2ª Fase do Campeonato Brasileiro da Série D. O jogo será no domingo (10/06/2018), às 15h30, provavelmente no Estádio Castelão, em São Luís. Esperamos um bom público com a grande torcida rubro-negra apoiando o Papão do Norte.



RELATÓRIO

Segunda Fase (Jogos de Ida) - domingo, 03/06/2018 - 16:00 - Alberto Oliveira (Jóia da Princesa)
Fluminense de Feira - Moto Club   0:2 (0:1)
Fluminense de Feira: 1 Andrey - 2 João Carlos (54. 20 Maranhão), 4 Eduardo Junho, 3 Ranieri, 6 Roger (64. 15 Edson) - 8 Morelândia, 5 Diego Aragão - 7 Delsinho, 10 Jailson - 9 Ermínio (46. 19 Bambam), 11 Levi; Treinador: Evandro Guimarães
Reservas não utilizados: 12 Nunes, 13 Rafhael, 17 Raldinei, 16 Adrian, 21 Welton, 18 Alan, 14 Marcelo Moreira
Moto Club: 1 Rodrigo Ramos - 2 Diego Renan, 4 Wanderson, 3 Ramon, 6 Chico Bala - 9 Victor Salvador (77. 14 Sandro Bacabal), 5 Rafael Santos - 8 Doda, 7 Márcio Diogo (83. 18 Naôh), 10 Everlan (90+1. 17 Jadelson Azul) - 11 Ricardo Maranhão; Treinador: Luís Miguel Gouveia de Oliveira
Reservas não utilizados: 12 Solano, 13 Wesley, 15 Luís Felipe, 16 Shailison
Gols: 0:1 Chico Bala (dentro da área (pe), 43. / Márcio Diogo); 0:2 Márcio Diogo (dentro da área (pd), 49. / Everlan)
Árbitros: José Mendonça da Silva Junior (PR) - Assistentes: Daniel Cotrim de Carvalho (PR), João Fábio Machado Brischiliari (PR) 4º Árbitro: Reinaldo Silva de Santana (BA)
Analista de Campo: Kleber Moradillo da Silva (BA)
Cartão Amarelo: Levi (71., Reclamação) / Diego Renan (35., Infringir persistentemente a regra do jogo), Rodrigo Ramos (70., Retardar o Reinício do Jogo)
Cartão Vermelho: Ranieri (73., Falta Violenta) / -