quinta-feira, 30 de junho de 2016

Relatório do Jogo >26/6/2016 > Série D > Moto Club 0x0 Tocantinópolis


Moto Club não conseguiu fazer o dever de casa. Teve um jogador expulso com 32 minutos do primeiro tempo, após receber o segundo cartão amarelo. O time de Tocantins teve mais posse de bola (53% contra 47%). Papão do Norte foi a equipe que mais criou oportunidades de gols, mas elas surgiram de falhas defensivas e bolas paradas. Foram 12 finalizações, sendo a metade em direção ao gol. Do lado do Tocantinópolis, foram 3 finalizações para fora e 4 finalizações ao gol. Foi um jogo marcado por muitas faltas (28), 6 cartões amarelos e 1 cartão vermelho. Os goleiros foram os destaques, fazendo grandes defesas e mantendo o placar em branco. Com esse empate, Moto Club perdeu a liderança do Grupo A4, caindo para a segunda colocação. No próximo domingo (2/7/2016), às 16 horas, o Rubro-Negro Maranhense enfrentará o Tocantinópolis novamente, só que dessa vez na casa do adversário.

Relatório de jogo

Primeira Fase - Grupo A4 - 3. Rodada - domingo, 26/06/2016 - 16:00 - Castelão (São Luís)
Moto Club - Tocantinópolis   0:0
Moto Club: Márcio Arantes - Diego Renan, Fred, Wanderson, Chico Bala - Felipe Dias - Dudu, Kléo (46. Marco Goiano), Curuca - Rodrigo Dantas (46. Cris), Gabriel (80. Brenno)
Reservas não utilizados: Raphael Barrios, Dedé, Patrick, Jefferson Sandes, Batata, Paulo Victor, André, Orleans
Tocantinópolis: Gustavo Recife - Guilherme, Gaúcho, Alisson, Júnior - Pedro Panca, Izaquiel (46. Geovane) - Gama (73. Carlinhos), Dutra (57. Renato) - Batata, Tety; Treinador: Valdemir Pereira da Costa
Reservas não utilizados: Chad, Jackson, Bruno, Romário
Gols: Nada
Árbitros: Zandick Gondim Alves Junior (RN) - Assistentes: Antonio Adriano de Oliveira (MA), Elson Araújo da Silva (MA) 4° Árbitro: Raimundo José Chagas Araújo (MA)
Espectadores: 4503
Cartão Amarelo: Dudu (17., Falta), Kléo (26., Falta) / Dutra (51., Retardar o reinício do jogo), Alisson (52., Falta), Pedro Panca (56., Falta), Júnior (66., Falta)
Amarelo/Vermelho: Dudu (32., Falta) / -
Chutes a Gol: 6:4
Chutes para Fora: 6:3
Escanteios: 11:5
Impedimentos: 2:0
Faltas: 10:18
Posse de Bola: 47%:53%

Tabela




sábado, 25 de junho de 2016

Pré-Jogo: 26/06/2016 > Série D > Moto Club x Tocantinópolis



Neste domigo (26/06/2016), às 16 horas, no Estádio Castelão, Moto Club disputará sua primeira partida em casa, recebendo o Tocantinópolis. Será o primeiro confronto entre a equipe maranhense e a equipe tocantinense na Série D do Campeonato Brasileiro. Entretanto, os dois times já se enfrentaram na Série C do Campeonato Brasileiro em 2005. Papão do Norte venceu os dois confrontos (em casa e fora) por 2 a 1. Na época, Moto terminou em primeiro lugar e Tocantinópolis terminou em segundo lugar no Grupo 4. Os dois times foram eliminados na Segunda Fase. 

Histórico de Confrontos entre Moto e Clubes Tocantinenses na Série D

Tocantinópolis será o terceiro clube tocantinense que o Moto Club irá enfrentar na Série D do Campeonato Brasileiro. Em 2009, Papão do Norte enfrentou o Tocantins. Venceu por 4 a 0, fora de casa e empatou em São Luis por 1 a 1. Em 2014, enfrentou o Interporto. Empatou em 2 a 2, em São Luís. E venceu por 4 a 2, em Porto Nacional.

Campanhas da Equipe em 2016

Tocantinópolis foi muito mal no Campeonato Tocantinense, terminando em penúltimo lugar. Na Copa do Brasil, foi eliminado na Primeira Fase pelo Juventude (RS) com empate em casa e derrota fora. Não disputava a Série D do Campeonato Brasileiro desde 2011, quando foi eliminado na Primeira Fase, na 34ª colocação (40 participantes). Começou a Série D deste ano, perdendo fora de casa para Águia de Marabá, mas conseguiu se recuperar em casa, vencendo Santos no último final de semana.
Moto Club vive um excelente momento na temporada. Foi campeão maranhense, vencendo os dois turnos e com uma campanha histórica, perdendo apenas 2 jogos. Começou a sua terceira participação na Série D com empate sem gols em Macapá. Jogando no Castelão, conquistou sua primeira vitória, vencendo Águia de Marabá por 2 a 0, e assumiu a liderança do Grupo A4.

Classificação do Grupo A4 da Série D










Arbitragem

O árbitro da partida será o potiguar Zandick Gondim Alves Junior. Ele já apitou 2 jogos da Série D e distribuiu 15 cartões amarelos (7,5 por jogo). será auxiliado pelos maranhenses Antonio Adriano de Oliveira e Élson Araújo da Silva. O quarto árbitro será o maranhense Raimundo José Chagas Júnior.

Time do Moto Club

Os novos reforços do Moto, Patrick, Cris e Marco Goiano, já foram regularizados nesta semana e poderão ser relacionados para o jogo contra Tocantinópolis. O zagueiro Luiz Fernando foi suspenso por 5 jogos pelo STJD e só poderá jogar na última rodada da Primeira Fase. A equipe motense não pode treinar na quarta e na quinta devido às fortes chuvas em São Luís. A única novidade na equipe titular poderá ser a entrada de Kléo no meio-campo, no lugar de Igor.
Escalação provável:

domingo, 19 de junho de 2016

Pré-Jogo: 19/06/2016 > Série D > Moto Club x Águia de Marabá


Neste domigo (19/06/2016), às 16 horas, no Estádio Castelão, Moto Club disputará sua primeira partida em casa, recebendo o Águia de Marabá. Será o primeiro confronto entre a equipe maranhense a equipe paraense no Campeonato Brasileiro. A vitória é importantíssima para o Papão do Norte, pois ultrapassará a equipe paraense e ocupará a liderança do Grupo A4. Somente o primeiro colocado e os quinze melhores segundos colocados em cada grupo classificam-se para a Segunda Fase. Esse jogo tem mais um ingrediente. Será o primeiro jogo do Moto Club com sua nova camisa para a temporada 2016. A camisa é rubro-negra com as tradicionais linhas horizontais na frente e preta atrás com o número dourado.

Histórico de Confrontos entre Moto e Clubes Paraenses na Série D

Águia de Marabá será o terceiro clube paraense que o Moto Club irá enfrentar na Série D do Campeonato Brasileiro. Em 2009, Papão do Norte enfrentou o São Raimundo. Perdeu por 2 a 0, fora de casa e venceu em São Luis por 3 a 0. Em 2014, enfrentou o Remo. Empatou em 1 a 1, em Belém. E venceu por 2 a 1, em São Luís.

Campanhas da Equipe em 2016

Águia de Marabá terminou o ano passado muito mal, sendo rebaixado na Série C, terminando na 17ª colocação. Começou o ano da mesma maneira. Foi muito mal no Campeonato Paraense, terminando em ante-penúltimo lugar. Na Copa Verde, foi excluído da competição pelo STJD por utilização de jogador irregular. Começou bem a Série D, vencendo Tocantinópolis em casa por 1 a 0.
Moto Club vive um excelente momento na temporada. Foi campeão maranhense, vencendo os dois turnos e com uma campanha histórica, perdendo apenas 2 jogos. Começou a sua terceira participação na Série D com empate sem gols em Macapá.

Classificação do Grupo A4 da Série D










Arbitragem

O árbitro da partida será o piauiense Antônio Dib Moraes de Sousa. Ele será auxiliado pelos maranhenses Antonio Adriano de Oliveira e Raphael Max Borges Pereira. O quarto árbitro será o maranhense José Henrique de Azevedo Junior.

Time do Moto Club

Moto Club se reforçou esta semana com um atacante (Cris) e um meia (Marcos Goiano), mas não poderá contar com eles, porque ainda não foram regularizados. O zagueiro Luiz Fernando foi suspenso por 5 jogos pelo STJD e só poderá jogar na última rodada da Primeira Fase. As novidades na equipe podem ser a entrada de Jefferson Sandes. O lateral esquerdo treinou bem e pode ganhar a posição que foi ocupada por Chico Bala na última partida. O atacante Gabriel, que cumpriu suspensão no último jogo, voltará a ser titular. Gabriel marcou 3 gols no Campeonato Maranhense. O meio-campista Igor treinou bem e deve ser o titular no lugar de Paulo Victor.
Escalação provável:

sábado, 18 de junho de 2016

Moto se reforça para a Série D


Moto Club continua se reforçando para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. Nesta semana, chegaram mais dois jogadores para integrar o plantel do Papão do Norte:


  • Marco Goiano - é um meio-campista de 29 anos que veio para substituir Marcos Paullo. Ele jogou no Macaé e no Tupi nos últimos dois anos, conquistando pelas duas equipes o acesso da Série C para a Série B. Seu último clube foi o Remo. Na equipe paraense, ele fez 3 gols em 14 jogos.
  • Cris - é um atacante de 28 anos, conhecido no futebol maranhense. Ele defendeu o Imperatriz e foi artilheiro do Cavalo de Aço em 2015 com 11 gols em 10 jogos. Ele foi revelado pelo Bacabal, quando foi artilheiro com 8 gols em 13 jogos. Cris sofreu uma grave lesão no joelho este ano e ficou quatro meses parados. Ele voltou no final do Campeonato Maranhense  e marcou apenas 1 gol nesta temporada.
São duas boas contratações do Moto Club que vêm suprir as posições em que o Rubro-Negro Maranhense se enfraqueceu após o Campeonato Maranhense. As duas transferências ainda não apareceram no BID da CBF. Então, provavelmente os dois não estar disponíveis para o jogo contra o Águia de Marabá neste domingo. Vamos subir Papão!

quinta-feira, 16 de junho de 2016

História do Moto Club no Campeonato Brasileiro (Parte II)



O Campeonato Brasileiro de 1987 foi denominado "Copa União" e dividido em 4 módulos. Os módulos verde e amarelo corresponderam à primeira divisão. Os módulos branco e azul corresponderam à segunda divisão. A competição foi aceita pela CBF em razão da grave financeira que a entidade vivia naquele momento. Moto Club disputou o Módulo Branco. Na Primeira Fase, o Papão do Norte integrou o Grupo E ao lado de Imperatriz, Piauí e River, terminando em primeiro lugar. Na Segunda Fase, Moto enfrentou o Tuna Luso. No jogo de ida, em Belém, perdeu por 2 a 0. No jogo de volta, em São Luís, Moto venceu por 2 a 0, mas perdeu na prorrogação, sendo eliminado da competição. Papão do Norte terminou a competição em 7° lugar.


A segundona de 1989 foi disputada por 96 clubes divididos em 16 grupos, na Primeira Fase. Moto Club integrou o Grupo C ao lado de Maranhão, Sampaio Corrêa, Paysandu, Remo e Tuna Luso. Papão do Norte terminou em primeiro no grupo com 5 vitórias, 4 empates e 1 derrota. Na Segunda Fase, Moto Club enfrentou o Ceará no sistema mata-mata. Houve empate nos dois confrontos e o Ceará venceu nos pênaltis. Na Classificação Geral, Papão do Norte terminou em 20° lugar.


Em 1990, houve uma redução drástica no número de participantes da Série B para 24 clubes. Na Primeira Fase, os times foram divididos em 4 grupos de 6 equipes. Moto integrou o Grupo D ao lado do Sport Recife, Remo, Ceará, Santa Cruz e Treze, terminando em segundo lugar. Na Segunda Fase, os 16 classificados foram divididos em 4 grupos. Papão do Norte fez parte do Grupo G com Catuense, Juventus e Ceará, classificando-se em segundo lugar. Na Terceira Fase, oito grupos foram divididos em 2 grupos. Moto integrou o Grupo I ao lado de Sport Recife, Guarani e Juventude (RS), terminando em último e na oitava colocação na classificação geral.


64 clubes disputaram a segundona de 1991. Na Primeira Fase, foram divididos em 8 grupos. Moto Club fez parte do Grupo 2 ao lado de Ceará, ABC, Fortaleza, América (RN), Auto Esporte (PI), Ferroviário (CE) e Parnaíba. Papão do Norte fez uma péssima campanha e terminou na última colocação.


26 clubes disputaram a terceirona de 1992. Na Primeira Fase, foram divididos em 7 grupos. Moto Club integrou o Grupo 2 ao lado do Tuna Luso, Izabelense (PA), Sampaio Corrêa e Flamengo (PI). Papão do Norte terminou em segundo lugar e por pouco não conquistou o acesso para a Série B, pois apenas o primeiro colocado conseguia a promoção.


No ano de 1993, não houve a disputa de uma segunda divisão tradicional. Houve vários torneios  regionais qualificatórios para classificar algumas equipes para a disputa da Série B de 1994. Moto Club disputou um triangular contra Maranhão e Sampaio Corrêa, classificando-se para a disputa final contra o River, vencendo o confronto por 2 a 1 no agregado, qualificando-se para a Série B de 1994.


24 clubes disputaram a segundona de 1994. Na Primeira Fase, foram divididos em 4 grupos de 6 times. Moto Club integrou o Grupo A ao lado de América (RN), Tuna Luso, Ceará, Central e Fortaleza. Papão do Norte classificou-se em terceiro lugar. Na Segunda Fase, os 16 times classificados foram divididos em 4 grupos. Moto Club fez parte do Grupo E, terminando em 3° lugar. Na classificação geral, Moto Club terminou na 12ª colocação.


Foi mantida a mesma fórmula do ano anterior. Moto Club integrou o Grupo A ao lado de Ceará, Tuna Luso, Remo, América (RN) e Náutico. Papão do Norte terminou em 5° lugar, não conseguindo a classificação para a fase seguinte. Ficou em 17° lugar na classificação geral.


25 clubes participaram da competição. Na Primeira Fase, foram divididos em 5 grupos de 5 times. Moto Club integrou o Grupo A ao lado de Remo, Tuna Luso, Ceará e Paysandu. Papão do Norte terminou em segundo lugar. Na Segunda fase, eliminou o Santa Cruz, vencendo o confronto no mata-mata pelo placar agregado de 3 a 1. Nas Quartas de Final, Moto Club perdeu o confronto para o América (RN) pelo placar agregado de 0 a 4. Papão do Norte fez uma de suas melhores campanhas no Campeonato Brasileiro, terminando na oitava colocação na classificação geral.


A competição foi disputada nos mesmos moldes do ano anterior. Moto Club integrou o Grupo A ao lado de Gama, Tuna Luso, Atlético (GO) e Remo. Papão do Norte terminou em último lugar no grupo com 1 vitória, 3 empates e 4 derrotas. Como os últimos colocados nos cincos grupos da Primeira Fase seriam rebaixados, o Rubro-Negro Maranhense sofreu seu primeiro rebaixamento, tendo que disputar a Série C de 1998.


Em 1998, como foi rebaixado no ano anterior, Moto Club voltou a disputar a terceirona. Os 66 clubes foram agrupados em 11 chaves com 6 equipes cada. Papão do Norte fez parte do Grupo 2 ao lado de Viana, Ferroviário (CE), Fortaleza, Cori-Sabbá e Picos. O Rubro-Negro Maranhense terminou em primeiro lugar no grupo. Na Segunda Fase, Moto Club enfrentou Vênus (PA) e venceu o confronto pelo placar agregado de 4 a 0. Nas Oitavas de Final, Moto Club foi derrotado pelo São Raimundo (AM) pelo placar agregado de 2 a 4, terminando a competição na 9ª colocação, na classificação geral.


Em 1999, o número de participantes foi reduzido para 36 clubes. Na Primeira Fase, foram divididas em 6 grupos com 6 equipes cada. Moto Club integrou o Grupo B ao lado de Botafogo (PB), Potiguar de Mossoró, Picos, Fortaleza e Tocantinópolis. Papão do Norte terminou em segundo lugar no grupo. Na Segunda Fase, o Rubro-Negro Maranhense enfrentou o Fluminense e foram disputados 3 jogos nesse confronto. Moto perdeu pelo placar agregado de 2 a 4.

domingo, 12 de junho de 2016

Moto estreou com empate no Amapá


Moto iniciou a partida apenas com Rodrigo Dantas no ataque, pois Gabriel cumpriu suspensão. Kléo entrou no seu lugar. A equipe rubro-negra foi mal no primeiro tempo. Santos (AP) pressionou, mas também não criou muitas chances de gol. O maior lance de perigo foi quando Fabinho ficou cara a cara com Márcio Arantes e goleiro motense fez grande defesa.
No segundo tempo, a equipe motense veio mais atenta e Kléo criou algumas boas oportunidades de gol. Curuca também foi um dos destaques do Papão do Norte na segunda etapa. Ruy Scarpino fez algumas modificações, colocando Igor e Batata em campo no lugar de Paulo Victor e Kléo, mas não surtiram muito efeito. No final das contas, não era o resultado que esperávamos, mas pelo menos arrancou um pontinho fora de casa. Havia poucos torcedores no Estádio Zerão e até o momento não foi divulgado o público e a renda da partida.
Águia de Marabá venceu o outro confronto do grupo e lidera o Grupo A4. Pelo visto, a equipe paraense deve ser o principal adversário do Moto para conseguir a classificação para a Segunda Fase.

Relatório de jogo

Primeira Fase - Grupo A4 - 1. Rodada - domingo, 12/06/2016 - 17:00 - Olímpico Zerão (Macapá)
Santos (AP) - Moto Club   0:0
Santos (AP): 1 Axel - 2 Darlan (65. 17 Michel), 4 Rubran, 3 Dedé, 6 Batata (72. 21 Lucas Batista) - 5 Otávio Pretão, 7 Kennio - 10 Renatinho, 8 Jeferson - 9 Jean Marabaixo, 11 Fabinho (81. 15 Armando Maranhão); Treinador: Luciano Marba
Reservas não utilizados: 12 Zé Maria, 13 Alecsander, 14 Fernando, 16 Denilson, 18 Caio, 19 Raylan, 20 Renan, 22 Aldair
Moto Club: 1 Márcio Arantes - 2 Diego Renan, 4 Wanderson, 3 Fred, 6 Chico Bala - 8 Curuca, 7 Dudu - 11 Paulo Victor (69. 15 Batata), 5 Felipe Dias, 10 Kléo (61. 16 Igor) - 9 Rodrigo Dantas; Treinador: Ruy Santos Scarpino
Reservas não utilizados: 12 Raphael Barrios, 17 Clauberth Mamede, 14 Jefferson Sandes, 13 Nalberth
Gols: Nada
Árbitros: Ivan Guimarães Júnior (AM) - Assistentes: Inácio Barreto da Camara (AP), Ivan Lemos Barbosa (AP) 4° Árbitro: Enoque Costa Pacheco (AP)
Cartão Amarelo: Jeferson (13., Falta Tática), Darlan (43., Retardar o reinício do jogo), Renatinho (58., Falta), Michel (69., Chutar a bola para longe), Dedé (85., Falta) / Curuca (32., Falta), Dudu (46., Falta)
Amarelo/Vermelho: Dedé (87., Falta) / -

Classificação do Grupo A4


Pré-Jogo: 12/06/2016 > Brasileiro Série D > Santos-AP x Moto Club


Neste domingo (12/06/2016), às 17:00 horas, Moto Club estreará na Série D, no extremo norte do País, em Macapá (AP), enfrentando o Santos do Amapá. Será um confronto de campeões estaduais. Moto é o atual campeão maranhense e Santos foi campeão amapaense de 2015. O jogo será no Estádio Olímpico Zerão, que foi reformado há pouco tempo e tem capacidade para 13.680 torcedores. A linha de meio de campo do gramado do Estádio fica exatamente na linha do equador, por essa razão o chamado é apelidade de "Zerão", com um lado do campo no hemisfério norte e o outro lado do campo no hemisfério sul.

Histórico na Série D
Santos (AP) disputará a Série D pela quarta vez. A primeira participação foi em 2012. Santos (AP) terminou em quarto lugar no seu grupo e foi eliminado ainda na Primeira Fase. Em 2014, o Peixe da Amazônia fez uma boa campanha, classificando para as Oitavas de Final em segundo lugar no seu grupo. Nas Oitavas, foi eliminado pelo Londrina (0x6 no agregado). Ano passado, Santos (AP) parou na Primeira Fase, terminando em quarto lugar no seu grupo. Nesses três anos de Série D, Peixe da Amazônia enfrentou 2 clubes maranhenses (Imperatriz e Sampaio Corrêa). Venceu o Imperatriz em casa e perdeu os outros 3 confrontos.
Será a terceira participação do Moto Club na Série D. Papão do Norte participou da primeira edição, em 2009 e foi eliminado na Primeira Fase, ficando em terceiro lugar no seu grupo. Na sua segunda participação, Moto quase conseguiu o acesso para a Série C. Na Primeira Fase, Moto terminou em primeiro lugar no seu grupo com 4 vitórias e 4 empates. Nas Oitavas de Final, Moto empatou os dois confrontos com Ituano e venceu nos pênaltis por 3 a 1. Nas Quartas de Final, Papão do Norte empatou com Tombense em casa. No jogo de volta, foi derrotado por 2 a 0, acabando com o sonho rubro-negro do acesso. 

Campanhas das Equipes em 2016
Santos (AP) fez apenas 5 jogos nesta temporada e ainda não venceu. Na Copa Verde, foi eliminado na Primeira Fase pelo Nacional (AM) com um empate e uma derrota. Na Copa do Brasil, foi eliminado na Primeira Fase pelo Santos (SP). Empatou em casa por 1 a 1 e perdeu no jogo de volta por 3 a 0. No primeiro jogo pelo Campeonato Amapaense de 2016, empatou com Trem em 1 a 1. O técnico Romeu Figueira deixou o clube após esse empate. O Presidente, Luciano Marba, será o treinador da equipe na estréia na Série D.
Moto Club foi campeão maranhense, vencendo os dois turnos da competição. Papão do Norte teve a melhor campanha disparada da competição (14 vitórias, 2 empates e 2 derrotas), o melhor ataque (36 gols) e a melhor defesa (10 gols). O Papão do Norte ficou invicto na competição durante 13 jogos.

Arbitragem
O árbitro da partida será o amazonense Ivan Guimarães Júnior, auxiliado pelos amapaenses Inácio Barreto da Camara e Ivan Lemos Barbosa. O quarto árbitro será o amapaense Enoque Costa Pacheco.

Time do Santos (AP)
O time amapaense deve ser o mesmo que enfrentou o Trem na estréia no Campeonato Amapaense: Axel; Kênio, Dedé, Rubran e Batata; Rafinha, Otávio Pretão, Lessandro e Renatinho; Fabinho e Armando Maranhão. O goleiro Axel, o zagueiro Kênio e o atacante nigeriano Ogwah são as novas contratações do clube.

Time do Moto Club
Alguns dos principais jogadores do Moto deixaram a equipe como o goleiro Rodrigo Ramos, o zagueiro Renan Dutra e o meio-campista Marcos Paullo. Alguns reforços foram regularizados nesta semana como o goleiro Márcio Arantes, o zagueiro Fred e o atacante Rodrigo Dantas. Ruy Scarpino resolveu escalar o jovem meio-campista Paulo Victor como o meia mais avançado e Dudu ajudando no apoio e na marcação. Provável time:


sábado, 11 de junho de 2016

Adversários do Moto Club no Grupo A4 da Série D 2016


Após 2 anos, Moto Club voltará a disputar o Campeonato Brasileiro da Série D. O primeiro jogo é neste domingo (12/6/2016) contra o Santos do Amapá. A Série D este ano contará com 68 equipes divididas em 17 grupos de 4 equipes. Papão do Norte está no Grupo A4, juntamente com Águia de Marabá, Santos (AP) e Tocantinópolis. Vamos conhecer os adversários do Moto:



Águia de Marabá Futebol Clube
Apelidos: Águia e Azulão
Fundação: 22/01/1982
Estádio: Zinho de Oliveira (Capacidade: 4.500)
Localização: Marabá (Pará)
Técnico: João Galvão
Material Esportivo: Super Bolla
Ranking da CBF (2015): 55° lugar
Campeonato Estadual 2016: 8° lugar
Site: aguiademaraba.com.br
Participações no Campeonato Brasileiro:

Ano Série # J V E D GP GC SG PG
2001 C 23° 12 5 4 3 18 14 6 19
2002 C 48° 6 1 1 4 6 9 -3 4
2008 C 32 13 8 11 54 52 2 47
2009 C 12° 8 3 2 3 12 12 0 11
2010 C 10 3 3 4 12 11 1 12
2011 C 10° 8 4 2 2 11 8 3 13
2012 C 15° 18 5 7 6 22 32 -11 22
2013 C 11° 20 9 4 7 30 27 3 31
2014 C 16° 18 5 5 8 21 25 -4 20
2015* C 17° 18 3 6 9 19 28 -9 15
*Foi rebaixado para a Série D em 2015


 

Santos Futebol Clube
Apelido: Peixe da Amazônia
Fundação: 11/05/1973
Estádio: Zerão (Capacidade: 13.680)
Localização: Macapá (Amapá)
Técnico: José Romeu Lima Figueira
Material Esportivo: Finta
Ranking da CBF (2015): 76° lugar
Campeonato Estadual 2016: começou nesta semana
Site: http://www.santosmacapa.com.br/
Participações no Campeonato Brasileiro:

Ano Série # J V E D GP GC SG PG
1998 C 65° 12 5 4 3 18 14 6 19
2012 D 36° 6 1 1 4 6 9 -3 4
2014 D 13° 32 13 8 11 54 52 2 47
2015 D 20° 8 3 2 3 12 12 0 11


Tocantinópolis Esporte Clube
Apelido: TEC
Fundação: 01/01/1989
Estádio: Ribeirão (Capacidade: 10.000)
Localização: Tocantinópolis (TO)
Técnico: Valdemir Pereira da Costa
Material Esportivo:
Ranking da CBF (2015): 210° lugar
Campeonato Estadual: 6° lugar
Facebook: https://www.facebook.com/Tocantinopolis
Participações no Campeonato Brasileiro:
Ano Série # J V E D GP GC SG PG
1997 C 30° 8 2 2 4 5 8 -3 8
1999 C 32° 10 1 2 7 8 22 -14 5
2000 C 15° 18 9 1 8 24 24 0 28
2001 C 53° 10 2 2 6 16 19 -3 8
2002 C 22° 8 4 1 3 11 11 0 13
2003 C 39° 6 3 1 2 13 11 2 10
2005 C 21° 8 4 1 3 13 11 2 13
2011 D 34° 8 2 1 5 10 18 -8 7

Quem saiu e quem chegou no Moto Club


Após a conquista do Campeonato Maranhense, alguns jogadores do Moto Club deixaram o clube e outros foram contratados para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D:

Quem Saiu

  • Marcos Paullo - foi o grande destaque do Moto Club no Campeonato Maranhense. Foi o artilheiro da equipe com 8 gols. Deixou o Moto Club e foi jogar no Bragantino, time que está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro
  • Jefferson - o atacante marcou 6 gols e deu uma assistência no Campeonato Maranhense. Foi contratado pelo Princesa de Solimões, que vai disputar a Série D.
  • Tety 
  • Rodrigo Ramos - não teve seu contrato renovado e foi contratado pelo Sampaio Corrêa.
  • Renan Dutra
  • Juscelino - rescisão de contrato
Quem Chegou
  • Batata - é um volante maranhense de 25 anos de idade, que estava no Baraúnas e jogou no Moto nas temporadas 2012 e 2013. Contrato publicado no BID em 8/06/2016.
  • Fred - é um zagueiro paulista de 30 anos de idade, que jogou por diversos clubes do interior paulista. Jogou no Moto Club em 2014. Contrato publicado no BID em 8/06/2016.
  • Márcio Arantes - é um goleiro que estava jogando no Sertãozinho-SP. Ele tem 32 anos de idade. Contrato publicado no BID em 8/06/2016.
  • Jefferson Sandes - é um lateral esquerdo de 30 anos de idade. Seu último clube foi o Cruzeiro (RS). Contrato publicado no BID em 8/06/2016.
  • Rodrigo Dantas - é um atacante de 31 anos de idade. Contrato publicado no BID em 8/06/2016.
  • Patrick - é um zagueiro de 21 anos de idade. Estava jogando no Rio Preto-SP.
  • Raphael Barrios - é um goleiro de 27 anos de idade que jogou pelo Imperatriz. Contrato publicado no BID em 8/06/2016.

Jogadores que estavam no plantel no Campeonato Maranhense e permanecem no Papão do Norte:

Goleiros
  • Mateus
Lateral Direito
  • Diego Renan
Zagueiros
  • Denilson
  • Luís Fernando
  • Wanderson
Lateral Esquerdo
  • Chico Bala
Meio-Campista
  • Kléo
  • Igor
  • Paulo Victor
  • Felipe Dias (renovou o contrato - publicado no BID de 7/6/2016)
  • Dudu (prorrogou o contrato - publicado no BID de 8/6/2016)
  • Curuca (renovou o contrato - publicado no BID de 7/6/2016)
Atacante
  • Brenno
  • Gabriel (prorrogou o contrato - publicado no BID de 8/6/2016)
Obs.: foi verificada a publicação do BID até 10/6/2016.